Blog

EPOC® Gasometria à beira do leito.

por DIAGNOSTICA PRO VIDA


Postado em Setembro 01, 2017 at 11:59 am



DESCRIÇÃO DO EQUIPAMENTO
O EPOC® é um analisador portátil, Point of care, de fácil manuseio, para análise dos gases sanguíneos (gasometria) no sangue total. Utiliza três métodos de medição dependendo do parâmetro medido: Potenciometria (Na+, K+, iCa++, pH e PCO2), Amperometria (Glu, Lac e PO2) e Condutimetria (Hct).
As análises são feitas individualmente em um cartão de testes que possui calibradores, controles e eletrodos e, portanto, não necessita de manutenção preventiva ou troca de eletrodos e gás. O Reader mede sinais elétricos a partir de sensores do cartão de teste e envia-os para o Host. Este calcula valores analíticos a partir destes dados e mostra o resultado na tela.
AMOSTRAS
 Tipos de amostras: Sangue total (anticoagulante heparina de Lítio) venoso e arterial.
 Quantidade: 92 μL.
 Aplicador: seringa.
 Resultados liberados em 30 segundos após a calibração (165 segundos).
 Parâmetros medidos (cartão BGEM): pH, PCO2, PO2, Na+, K+, iCa++, Glu, Lac e Hct.
 Parâmetros calculados: cHCO3-, BE(ecf), BE(b), cSO2, cTCO2 e cHgb.
SISTEMA
 O sistema é composto por um leitor (Reader) e um computador (Host) portáteis.
 Identificação de pacientes e cartão através de código de barras.
 Conexão Bluetooth e WiFi.
 Calibração e controles inclusos no cartão e realizados imediatamente antes de cada teste.
Rua dos Pinheiros, 498 - 7º andar - Pinheiros - 05422-000 - São Paulo - SP - Brasil
Tel: 55 11 2131-5100 / Fax: 55 11 2131-5181
www.alerebrasil.com.br
 Cartão de testes com armazenamento em temperatura ambiente.
 Visor colorido com toque na tela.
 Menu para criação de senhas de operadores.
 Memória interna cíclica para 2000 testes.
 Bateria com autonomia para a realização de até 50 testes.
ACESSÓRIOS NÃO INCLUSOS
 Papel térmico: 76mm.
 Impressora térmica portátil Zebra MZ320.
 Controles de qualidade: Bio-rad® Liquichek Blood Gas Plus EGL ou Eurotrol GAS-ISE-Metabolite QC(*).
ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS
Reader
 Voltagem: 115 - 240 Vac.
 Frequência operativa: 2.400 – 2.485 GHz.
 Tamanho (C x L x A): 21,5 x 8,5 x 5,0 cm.
 Peso: Menor que 500g.
Host
 Tamanho (C x L x A): 12,7 x 7,46 x 2,06 cm.
 Peso: 178,8g.
 Software: Microsoft Windows Mobile e software da aplicação EPOC® Host.
INFORMAÇÕES ADICIONAIS
1. Os controles de qualidade são executados automaticamente pelo sistema EPOC® em três fases de teste: na inicialização, na calibração e durante a medição das amostras. São mais de 100 controles diferentes que juntos fornecem largo espectro contra a operação incorreta do sistema.
2. Possibilita rastreabilidade das amostras e controles devido ao armazenamento de resultados com operador.
3. Possibilita a gestão de resultados e controles pelo laboratório através do software EDM.
4. Resultados podem ser interfaceados.
5. O usuário pode definir valores de referência e críticos para cada tipo de amostra.
6. Não necessita manutenções preventivas.

Continue lendo

GRIPE INFLUENZA A H1N1

por DIAGNOSTICA PRO VIDA


Postado em Agosto 01, 2017 at 10:27 am



GRIPE INFLUENZA A H1N1 - Temos o kit para o diagnóstico ao seu alcance! Faça seu pedido.

Sinônimos: gripe do porco; gripe A

O que é?
É uma doença causada por uma das mutações (geralmente H1N1) do vírus Influenza A. Portanto, é um vírus novo, com material genético desconhecido para o sistema imunológico das pessoas. Este novo vírus surgiu devido a uma grande variação antigênica do vírus Influenza.
Tal fenômeno acontece a intervalos irregulares que variam de 10 a 40 anos. É uma doença respiratória aguda, altamente contagiosa, que afetou todo o mundo rapidamente em 2009 porque as pessoas não tinham imunidade contra ele. A OMS fez alerta de pandemia (alerta epidemiológico nível 6) em 11/06/2009 pela gravidade da situação.
O relatório anunciou 17 mil mortes de norte-americanos, sendo 1800 crianças até agora. O CDC estima que 41 a 84 milhões de casos de H1N1 ocorreram entre abril de 2009 e 16 de janeiro de 2010.Já nos porcos, a doença é considerada endêmica nos Estados Unidos, e surtos ocorreram na América do Norte e do Sul, Europa, África e partes do leste da Ásia.

Como ocorre?
O vírus se dissemina entre os porcos por aerosol da secreção respiratória destes pelo contato direto ou indireto. Eles podem ser infectados por vírus Influenza das aves, de humanos bem como de Influenza suíno. Os porcos podem ser infectados ao mesmo tempo por mais de um tipo de vírus, o que permite que estes se misturem.A infecção em humanos por Influenza suíno pode ocorrer em casos isolados ou surtos.Esta doença pode surgir após contato da pessoa sadia com porco infectado ou de pessoa sadia com pessoa infectada. No entanto, neste momento não há qualquer confirmacão de transmissão entre porcos e humanos.
Assim, como na gripe comum, o contágio entre as pessoas se dá através de secreções respiratórias como gotículas de saliva ao falar, espirrar ou tossir. Uma pessoa pode infectar outra desde um dia antes da doença aparecer até 7 dias (crianças até mais que isso) após sua resolução.Após contato com vírus, o indivíduo pode levar de 1 a 4 dias para começar a apresentar os sinais e sintomas da doença.   

O que se sente?
Os sintomas lembram os sintomas da gripe. O individuo afetado pode ter início abrupto de febre alta associado à tosse, dores musculares e nas articulações (“juntas”), dor de cabeça, prostração, coriza, garganta inflamada, calafrios e, às vezes, vômitos e diarreia. A doença pode evoluir para falta de ar e insuficiência respiratória seguida de morte. Contudo, a grande maioria dos casos evolui espontaneamente para cura sem apresentar complicações.

Como se evita?
Estes casos de gripe suína podem ocorrer em qualquer época do ano. Contudo, tem incidência maior no outono-inverno nas zonas temperadas do globo. Muitos países vacinam rotineiramente as populações suínas contra este vírus.
Não há problemas em ingerir carne de porco ou produtos derivados dela (salame, por exemplo).
A doença não é contraída desta forma.
Para as pessoas que lidam diariamente com porcos, recomenda-se a prática de uma boa higiene, essencial sempre em todo contato com animais, especialmente durante abate, pós-abate e manuseio para prevenir exposição a estes agentes de doença. Animais doentes ou que tenham morrido de doença não devem ser processados nos abatedouros, e as autoridades competentes devem ser informadas sobre quaisquer eventos relevantes.

Para protecão pessoal devem ser utilizadas algumas medidas preventivas:

    evitar contato íntimo com pessoas que não estejam bem e que tenham febre ou tosse;

    lavar as mãos com água e sabão frequentemente e quando necessário;
    manter hábitos saudáveis como se alimentar corretamente, realizar atividades fisicas e manter sono adequado.

Se houver uma pessoa doente na mesma casa:
    deixar um aposento separado para o doente. Se isso não for possível, este deve manter-se a uma distância de 1 metro pelo menos dos outros;
    deve-se cobrir boca e nariz ao entrar em contato com o doente. Máscaras podem ser usadas com esta finalidade e depois dispensadas;
    lavagem de mãos após contato com o doente;
    não compartilhar utensilios como copos, toalhas, alimentos ou objeto de uso pessoal;
    deixar o local onde o doente está bem arejado. Deixar portas e janelas abertas para circular o ar;
    manter os utensílios domésticos limpos;

    O doente deverá também cobrir a boca e nariz com lenço ao tossir e espirrar. A lavagem de mãos deve frequente e, principalmente, após tossir ou espirrar será importante para prevenir o contágio de outras pessoas. Por essa mesma razão, durante a doença, recomende familiares e amigos para que não visite o doente.

As pessoas devem se manter atualizadas sobre o problema através de boletins da OMS.

Como se trata?
A maioria dos casos de gripe suína se recuperam completamente da doença sem a necessidade de suporte hospitalar ou de antivirais.Alguns casos ocorridos nos Estados Unidos de gripe suína em humanos foram sensíveis ao uso de oseltamivir e zanamivir, mas, resistentes à amantadina e remantadina. Ou seja, estes últimos não foram eficazes.Entretanto, ainda não existem informações suficientes que recomendem o uso rotineiro de antivirais nos casos de gripe suína. Há relatos de depósitos destes antivirais pelo governo em caso de necessidade e vários laboratórios da Europa e da America do Norte têm permissão para produção de tais medicações. Existem relatos de sucesso usando oseltamivir em tempo hábil (dentro de 48h após início dos sintomas) mesmo em casos graves. O doente deverá ficar em casa, afastado do trabalho ou escola e evitar locais com acúmulo de pessoas durante a doença. Repouso e manter boa hidratacão também será importante durante sua recuperação.

Como o médico faz o diagnóstico?
A suspeita é feita naquelas pessoas com quadro de sinais e sintomas compatíveis. Nestes casos deverão serão coletados um aspirado nasofaríngeo através de kit específico disponíveis em locais que atendam casos suspeitos

Perguntas que você poderá fazer ao seu médico:
O que é uma transmissão sustentada entre humanos?
Qual a diferença entre caso provável e caso confirmado?
Podem ser realizadas duas vacinas injetáveis (por injeção) ao mesmo tempo? 

______________________________________________________________________________________________________

Fonte: https://www.abcdasaude.com.br/pneumologia/gripe-a-h1n1

ABC da Saúde - Informações confiáveis de saúde na Internet - Portal direcionado ao público em geral que tem por objetivo a informação, divulgação e educação sobre temas de saúde com mais de 750 artigos escritos exclusivamente por mais de 30 especialistas. 

 

 

Continue lendo

Aromaterapia - Óleos essenciais

por DIAGNOSTICA PRO VIDA


Postado em Julho 10, 2017 at 17:05 pm



ÓLEOS ESSENCIAIS propriedades básicas                     

           

  • Alecrim (10ml) - Rosmarinus officinalis - Óleo revigorante e refrescante. Atua sobre o cansaço físico e mental. Estimula a memória e a concentração. Ativador da circulação. Indicado para aliviar dores musculares e reumáticas. Estimulante do couro cabeludo. Com ação diurética é indicado para celulite e retenção hídrica. Precauções: Não deve ser usado por pessoas hipertensas, epiléticas e durante a gravidez. Em peles sensíveis usar em baixa concentração.

 

  • Bergamota (10ml) – Citrus aurantium ssp bergamia – Aroma delicado e animador. Excelente antidepressivo. Atua sobre a ansiedade, o estresse e o conflito emocional. Usado em pele oleosa, inflamada e eczema. Benéfico para infecções e inflamações do aparelho geniturinário. Precauções: É fotossensibilizante.  Não se expor ao sol por pelo menos 12 horas, após sua aplicação. Usar em baixa concentração.

 

  • Camomila Romana (2ml) - Anthemis nobils – Muito relaxante e calmante. Excelente para insônia. Alivia dores musculares e atua com eficácia nas inflamações articulares, em casos de artrite e reumatismo. Acne, psoríase e pele sensível. Útil em casos de queimaduras e feridas inflamadas. Precauções: evitar durante os primeiros meses de gravidez.

 

  • Canela (10ml) - Cinnamomum zeylanicum - Aroma quente e estimulante. Atenua espasmos musculares e reumatismo articular. Excelente para os estados de esgotamento físico, mental e no caso de impotência. Tônico sobre o sistema circulatório. Precauções: Use em baixa concentração. Irritante da pele.  Não use na gravidez

 

  • Capim limão (10ml) - Cymbopogon citratus -Excelente para massagens em atletas após exercícios físicos. Tem efeito estimulante, restaurador e energizante sobre o corpo e a mente. Usado para tratar acne, poros abertos, excesso de transpiração e má circulação. Indicado para acne, cabelos oleosos, poros abertos. Precauções: use em baixa concentração.

 

 

  • Cedro (10ml) - Cedrus atlântica - Equilibrador e calmante, levemente afrodisíaco. Atua nos distúrbios do sistema respiratório, como tosse, bronquite, rinite. Alivia a ansiedade, o estresse e a tensão. É diurético e estimulante circulatório, ajudando nos cuidados com a gordura localizada e celulite. Facilitador da meditação. Indicado para acne, pele madura, cabelos oleosos, caspa, queda de cabelos. Precauções: evitar durante a gravidez.

 

  • Cipreste (5 ml) –  Cupressus sempervirens - Atua na menopausa, TPM, desequilíbrio hormonal e irritabilidade. Ativa a circulação e auxilia em casos de hemorragias, edemas, varizes e cicatrizações. Ameniza câimbras musculares e reumatismo. Equilibra os excessos de fluidos no organismo. Útil para celulite, excesso de transpiração e de calor. Indicado para pele com acne, cabelo oleoso e caspa. Precauções: evitar durante a gravidez.

 

  • Citronela (10 ml) – Cymbopogan nardus - Para o alívio das dores reumáticas e excesso de transpiração. Excelente antisséptico e repelente de insetos. Ótimo germicida e parasiticida. Precauções: Pode irritar a pele.

 

  • Copaíba (10ml) – Copaifera officinalis – Atua nos distúrbios intestinais, respiratórios e do trato urinário. Utilizado nas desordens da pele, cistite, bronquite, dor de garganta, resfriados e verme.

 

  • Cravo (5ml) - Syzygium aromaticum – Aroma forte, exótico e excitante. Ameniza dores reumáticas e musculares. Estimulante da mente e do corpo. Propriedades afrodisíacas. Bactericida, útil para micose de unha e lesões cutâneas. Precauções: Usar em baixa concentração e evite o uso em peles sensíveis.

 

  • Eucalipto Citriodora (10 ml) – Eucalyptus citriodora - Tônico geral para o organismo. Atua em dores reumáticas e descongestiona as vias respiratórias. Excelente antisseptico e bactericida. Repente de insetos. Experimente em saunas.

 

  • Eucalipto Glóbulus (10 ml) – Eucalyptus globulus - Especialmente benéfico para o sistema respiratório e doenças infecciosas. Expectorante e descongestionante – gripes, resfriados, sinusite. Alivia dores musculares, reumáticas e nevrálgicas. Promove clareza à mente. Útil nos tratos de erupções cutâneas, cortes, feridas e inflamações. Seu poder antisséptico ajuda na limpeza e na renovação da energia em ambientes.

 

  • Eucalipto Staigeriana (10 ml) – Eucalyptus staigeriana - Seu aroma é suave e cítrico. Relaxa os nervos e revigora o corpo. Muito bom para aliviar dores musculares. Ótimo expectorante. Como bom antisséptico, limpa e renova as energias do ambiente.

 

  • Funcho (Erva Doce) (5ml) - Foeniculum vulgare var. Dulce  - Aroma adocicado que lembra o anis. Purificador do organismo. Elimina as toxinas decorrentes do excesso de alimentação e bebidas. Indicado para os casos de obesidade, retenção hídrica e celulite. Regulador do sistema hormonal e glandular. Alivia os sintomas da TPM e menopausa. Indicado para drenagem linfática. Precauções: não usar durante a gravidez, em casos de epilepsia e peles sensíveis. Usar em baixa concentração.

 

  • Gengibre (5ml) - Zingiber officinalis – Benéfico para os casos de doenças respiratórias onde há excesso de umidade. Atua nos casos de inflamação de garganta e amidalites. Alivia dores reumáticas e artríticas, além de cãibras. Estimula à circulação e combate a fadiga física e mental. Precauções: Usar em baixa concentração, pois pode irritar peles sensíveis.

 

  • Gerânio (5ml) - Pelargonium odoratissimum – Ajuda a regular o sistema hormonal. Útil para TPM e problemas da menopausa. Eficaz nos processos de retenção hídrica, celulite, edemas e eliminação das toxinas. Estimulante do sistema linfático. Bom para obter equilíbrio emocional sobre a ansiedade, a depressão, e a tensão nervosa. Purificador da pele em geral. Indicado para pele oleosa, congestionada e cansada.
  • Grapefruit (10ml) – Citrus paradisi – Efeito restaurador e eufórico. Bom para depressão, ansiedade e estresse. Estimulante do sistema linfático, controlando os processos líquidos do corpo. Indicado para obesidade, celulite e eliminação de toxinas. Tônico sobre a digestão. Precauções: Use-o em baixa concentração em pele sensível.

 

  • Hortelã Pimenta (10ml) - Mentha piperita - Excelente para os distúrbios do sistema respiratório e digestivo. Proporciona alívio nas dores musculares e reumáticas. Atua sobre a fadiga mental, propiciando clareza aos pensamentos e ideias. Sua ação refrescante ameniza coceiras e queimaduras de sol. Bom para pele e cabelos oleosos.  Precauções: use em baixa concentração e não utilize durante a gravidez e amamentação.

 

  • Jasmim (2ml) - Jasminum officinale - Valioso antidepressivo. Estimula a autoconfiança, promovendo emoções positivas. Afrodisíaco sensual. Equilibrador hormonal. Indicado para todos os tipos de pele. Regenerador celular e muito eficaz para as peles secas, sensíveis e maduras. Suaviza marcas de expressão e cicatrizes.

 

  • Junípero (5ml) – Juniperus communis – Ação purificante e desintoxicante sobre o organismo. Benéfico para o sistema digestivo. Age em dores reumáticas e infecções do trato urinário. Indicado para celulite, retenção hídrica e obesidade. Para pele oleosa e congestionada. Bom para queda de cabelos. Purificador emocional. Precauções: evitar o uso durante a gravidez.

 

  • Laranja Azeda (10 ml) – Citrus Aurantium var. amara - Um excelente estimulante do sistema linfático, auxiliando nos processos de desintoxicação corporal. Atua suavemente nos casos de insônia e benéfico para os estados depressivos, de tensão nervosa e de estresse. Usado no combate a celulite, obesidade, retenção hídrica.  Um ótimo amaciante da pele e dos cabelos. Precauções: Após o uso não se expor ao sol por 12h.

 

  • Laranja Doce (10 ml) – Citrus sinensis v.dulcis - Alivia a ansiedade, a tensão e o estresse. Indicado para os casos de insônia e depressão. Atua no sistema digestivo e é um regulador do sistema linfático. Bom para celulite, obesidade, retenção de líquidos. Eficaz para pele e cabelos secos.  Precauções: Após o uso não se expor ao sol.

 

  • Lavanda (10ml) - Lavandula officinalis - Um óleo muito versátil e de extrema utilidade. Restaurador para o corpo, mente e as emoções. Usado para aliviar tensão, cansaço, depressão, insônia. Atenua dores musculares e reumáticas. Como ótimo regenerador celular ajuda na cicatrização de queimaduras, cortes e feridas. Indicado para todos os tipos de pele.

 

  • Lavandin (10ml) - Lavandula Hybrida - Semelhante ao aroma da Lavanda, porém com maior teor de cânfora. Usado para tensão, cansaço mental e depressão. Alívio no desconforto reumático, rigidez das articulações e nos problemas circulatórios. Age sobre o aparelho respiratório, aliviando tosse, resfriados e gripe. Bom em pele seca.

 

  • Limão (10 ml) – Citrus limonum - Imunoestimulante e antivirótico. Auxiliar no combate de doenças infecciosas, no cansaço físico e mental. Estimula a concentração nos casos de mente dispersa. Excelente para os distúrbios do sistema respiratórios. Purificador do organismo. Um ótimo diurético e tônico geral. Útil nos tratos da pele e cabelos oleosos. Precauções: fotossesibilizante; não aplicá-lo antes de exposição solar.

 

  • Litsea Cubeba (10ml) - Litsea cubeba – Efeito estimulante e revitalizante sobre o organismo. Atua no sistema digestivo.  Auxilia nos estados de estresse e tensão. Indicado para acne, peles e cabelos oleosos. Usado em massagens para celulite.  Precauções: Usar em baixa concentração para pele sensível.

 

  • Manjericão (5ml) Ocimum basilicum – Estimulante e aquecedor. Fortalece o corpo e a mente, auxiliando na concentração. Bom para o sistema respiratório e digestivo. Estimula o fluxo sanguíneo e atua no alívio das dores musculares.  Beneficia peles cansadas e congestionadas.  Precauções: não usar durante a gravidez e usar em baixa concentração nas peles sensíveis.

 

  • Manjerona (5ml) - Origanum majorana – Alivia os estados de estresse e ansiedade, contribuindo nos casos de insônia. Atua em dores reumáticas, juntas enrijecidas e músculos contraídos. Benéfico para circulação deficiente e problemas da menstrução. Analgésico e hipotensor. Precauções: não usar durante a gravidez. Use-o em baixa concentração devido seu efeito sedativo.

 

  • Néroli (2ml) – Citrus aurantium Flower - Ótimo para ansiedade, depressão e estresse. Usado nos casos de descontrole emocional, proporcionando equilíbrio e sensação de paz. Sua ação sedativa auxilia nos distúrbios do sono. É eficientemente para TPM e cólicas. Afrodisíaco. Excelente regenerador celular, proporcionando elasticidade e flexibilidade à pele. Útil para todos os tipos de pele, em especial para as secas, sensíveis e maduras.
  • Olíbano – 5ml - Boswellia carteri - Acalma a respiração e propicia relaxamento a mente, favorecendo a prática da meditação. Regenerador físico e energético. Indicado para os problemas respiratórios, aparelho geniturinário e digestivo.  Rejuvenescedor. Bom para pele madura e oleosa. Excelente tônico e revitalizante da pele.

 

  • Palmarosa (10 ml) – Cymbopogan Martini – Tem efeito calmante e alivia os momentos de tensão, ansiedade e estresse. Usado para tratar escaras, eczema, regeneração dos tecidos. Hidratante e adstringente. Usado para prevenir estrias e pequenas infecções de pele. Todos os tipos de pele. Use-o bem diluido.

 

  • Patchouli (10ml) - Pogostemon cablin - (Orgânico e Convencional) - Efeito equilibrador da mente. Atua nos problemas emocionais como estresse, ansiedade e frigidez. Afrodisíaco. Eficaz em casos de retenção hídrica e celulite. Regenerador celular e muito útil em tratamentos de pele flácida, madura, rachada e áspera.  Bom para os distúrbios do couro cabeludo.

 

  • Petitgrain (10ml) – Citrus aurantium var. amara – Útil para tensões emocionais como ansiedade e depressão. Usado para casos de insônia, desânimo e estresse. Um bom digestivo. Eficaz para peles manchadas, oleosas e acneicas. Delicioso aroma ambiental.

 

  • Rosa (2ml) - Rosa damascena - Um “poderoso” antidepressivo. Equilibra as emoções, estimula o coração, alivia o estresse. Benéfico nas desordens do sistema reprodutor feminino, menopausa, TPM, frigidez e impotência. Indicado para todos os tipos de pele, especialmente a sensível, a madura e a ressecada. Precauções: evitar nos primeiros meses de gravidez.

 

  • Sálvia Esclaréia (5ml) - Salvia sclarea - Relaxante físico e mental, auxiliando nos casos de insônia, estresse,  depressão e ansiedade. Regulador do sistema reprodutor feminino. Usado para TPM, infertilidade, menopausa e cólicas menstruais. Útil para transpiração excessiva. Cuidados com a pele e cabelos oleosos. Regenerador celular. Precauções: não usar durante a gravidez e não ingerir bebidas alcoólicas após o uso.

 

  • Sandalo Amyris (10 ml) – Amyris balsamifera - Benéfico para a tensão e o estresse. Sedativo suave. Alivia tosses e problemas no peito. Tem efeito hipotensor. Considerado afrodisíaco. Pele oleosa e inflamada. Ótimo fixador para perfumes e aromas de ambiente. Bom para meditação.

 

  • Tangerina (10ml) - Citrus nobilis ssp tangerine - Aroma suave e doce. Alivia o estresse e a tensão. É antidepressivo e atua nos casos de esgotamento emocional e de irritabilidade. Útil para os problemas gástricos. Estimulante do sistema linfático, auxiliando nos tratos da celulite, estrias e obesidade. Precauções: evite exposição solar após sua aplicação.

 

  • Tea tree (10ml) - Melaleuca alternifólia -  (Orgânico e Convencional ) - Excelente antiviral, bactericida e fungicida. Valioso estimulante do sistema imunológico ajuda a combater doenças infecciosas (bactérias, vírus e fungos), aumentando a resistência a esses organismos. Como ótimo purificador é usado em feridas, furúnculos e espinhas. Útil em queimaduras, cortes, abscessos, tinha, micoses, verrugas. Bom para o ressecamento do couro cabeludo.  

 

  • Vetiver (5 ml) – Vetiveria zizanoides - Benéfico para o estresse, a insônia e tensão nervosa. Revitaliza o corpo e a mente. Alivia dores musculares, reumáticas e articulares. Afrodisíaco. Indicado para peles oleosas e acneicas.

 

  • Ylang -Ylang (5ml) - Cananga odorata - Excelente antidepressivo. Indicado para o estresse, ansiedade e insônia. Benéfico para frigidez, impotência, medo e frustração. Afrodisíaco. Ajuda nos casos de taquicardia, respiração acelerada e hipertensão. Usado para peles oleosas, queda e crescimento dos cabelos. Precauções: em excesso pode causar náusea e dor de cabeça.

 

 

Continue lendo

Zika IGG/IGM - Teste Rápido Imunocromatográfico

por DIAGNOSTICA PRO VIDA


Postado em Novembro 07, 2016 at 15:34 pm



Á partir do mês de dezembro teremos o kit de Zika IgG/IgM 20 testes em cassete.

Não deixe seu laboratório desatualizado e encomende o seu kit!

Continue lendo

Diferenças entre a Dengue, Chikungunya e Zika.

por DIAGNOSTICA PRO VIDA


Postado em Outubro 19, 2016 at 16:43 pm



Diferenças entre a Dengue, Chikungunya e Zika

As principais diferenças entre a Dengue, a Chikungunya e a Zika estão na intensidade dos sintomas. Entre essas doenças, a dengue é a mais grave.

O mosquito do gênero Aedes é responsável por transmitir diversas enfermidades

O Brasil é um país que apresenta vários tipos de clima, com predominância dos quentes e úmidos. Essa característica faz com que uma grande quantidade de insetos estabeleça-se em nosso território, como é o caso dos mosquitos do gêneroAedes, que se desenvolvem, principalmente, em zonas tropicais e subtropicais.

Os mosquitos do gênero Aedes são importantes vetores de doenças. No Brasil, o Aedes aegypti é a espécie que merece maior atenção. Como exemplo de doenças provocadas por esse mosquito, podemos destacar a dengue, a chikungunya e a zika.

Além de serem transmitidas pelo mesmo mosquito, a dengue, a chikungunya e a zika são doenças que apresentam alguns sintomas semelhantes, o que pode dificultar o diagnóstico. Entretanto, pequenas diferenças existem e podem ser usadas como critério para a diferenciação.

dengue é, sem dúvidas, a doença mais grave quando comparada à chikungunya e à zika. Ela causa febre, dores no corpo, dores de cabeça e nos olhos, falta de ar, manchas na pele e indisposição. Em casos mais graves, a dengue pode provocar hemorragias, que, por sua vez, podem ocasionar óbito.

chikungunya também causa febre e dores no corpo, mas as dores concentram-se principalmente nas articulações. Na dengue, as dores são predominantemente musculares. Alguns sintomas da chikungunya duram em torno de duas semanas; todavia, as dores articulares podem permanecer por vários meses. Casos de morte são muito raros, mas a doença, em virtude da persistência da dor, afeta bastante a qualidade de vida do paciente.

Por fim, temos a febre zika, que é a doença que causa os sintomas mais leves. Pacientes com essa enfermidade apresentam febre mais baixa que a da dengue e chikungunya, olhos avermelhados e coceira característica. Em virtude desses sintomas, muitas vezes a doença é confundida com alergia. Normalmente a zika não causa morte, e os sintomas não duram mais que sete dias. Vale frisar, no entanto, que a febre zika relaciona-se com uma síndrome neurológica que causa paralisia, a Síndrome de Guillain-Barré, e também com casos de microcefalia.

O tratamento da dengue, chikungunya e zika é praticamente o mesmo, uma vez que não existem medicamentos específicos para nenhuma dessas enfermidades. Recomenda-se que o paciente, nos três casos, permaneça em repouso e beba bastante líquido. Alguns medicamentos são indicados para dor, mas não se deve fazer uso de remédios que contenham ácido acetilsalicílico, pois eles podem desencadear hemorragias.

Não existem vacinas contra as doenças citadas no texto, com exceção​ da dengue. Assim sendo, a melhor forma de prevenir-se é pela destruição dos locais propícios à multiplicação do mosquitoAedes, garantindo sempre que não haja acúmulo de água parada.

Fonte: http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/doencas/diferencas-entre-dengue-chikungunya-zika.htm

Continue lendo

Tudo sobre Gripe H1N1. Temos o kit para o diagnóstico ao seu alcance!

por DIAGNOSTICA PRO VIDA


Postado em Agosto 26, 2016 at 15:50 pm



O que é Gripe H1N1?

A gripe H1N1 consiste em uma doença causada por uma mutação do vírus da gripe. Também conhecida como gripe Influenza tipo A ou gripe suína, ela se tornou conhecida quando afetou grande parte da população mundial entre 2009 e 2010.

Os sintomas da gripe H1N1 são bem parecidos com os da gripe comum e a transmissão também ocorre da mesma forma. O problema da gripe H1N1 é que ela pode levar a complicações de saúde muito graves, podendo levar os pacientes até mesmo à morte.

Pandemia

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), ao todo 207 países e demais territórios notificaram casos confirmados de gripe H1N1 entre 2009 e 2010, quando houve a pandemia da doença. Durante este período, foram quase nove mil mortos em decorrência da gripe H1N1.

O surto começou no México, onde uma doença respiratória alastrou-se pela população e chegou rapidamente aos Estados Unidos, Canadá e, depois, para o restante do mundo – graças às viagens aéreas.

Surto 2016

Em 2016 a gripe H1N1 chegou mais cedo ao Brasil. Em março de 2016 o número de casos só no estado de São Paulo superou a quantidade de pessoas doentes em 2015 em todo o país. São 260 casos no Estado até março de 2016, contra 141 no Brasil no ano anterior.

Normalmente a gripe H1N1, assim como os outros tipos de gripe, são bem mais comuns no inverno, mas o surto desta vez começou no verão. Acredita-se que o grande fluxo de pessoas vindas de regiões frias, como Estados Unidos, Canadá e Europa.

Causas

As primeiras formas do vírus H1N1 foram descobertas em porcos, mas as mutações conseguintes o tornaram uma ameaça também aos seres humanos. Como todo vírus considerado novo, para o qual não costumam existir métodos preventivos, o vírus mutante da gripe H1N1 espalhou-se rapidamente pelo mundo.

A transmissão ocorre da mesma forma que a gripe comum, ou seja, por meio de secreções respiratórias, como gotículas de saliva, tosse ou espirro, principalmente. Após ser infectada pelo vírus, uma pessoa pode demorar de um a quatro dias para começar a apresentar os sintomas da doença. Da mesma forma, pode demorar de um a sete dias para ser capaz de transmiti-lo a outras pessoas.

É importante ressaltar que, assim como a gripe comum e outras formas da doença, a gripe H1N1 também é altamente contagiosa.

Fatores de risco

A gripe H1N1, como qualquer gripe, pode afetar pessoas de todas as idades, mas, no período em que houve a pandemia, notou-se que o vírus infectou mais pessoas entre os cinco e os 24 anos. Foram poucos os casos de gripe H1N1 relatados em pessoas acima dos 65 anos de idade.

Gestantes, doentes crônicos (como diabéticos), crianças pequenas, pessoas com obesidade e com outros problemas respiratórios também estão entre os grupos mais vulneráveis para gripe H1N1.

Os demais fatores de risco seguem a mesma linha daqueles enumerados para outros tipos de grupo. Permanecer em locais fechados e com um aglomerado de pessoas, levar as mãos à boca ou ao nariz sem lavá-las antes e permanecer em contato próximo com uma pessoa doente são os principais fatores que podem aumentar os riscos de uma pessoa vir a desenvolver gripe H1N1.

Sintomas de Gripe H1N1

Os sinais e sintomas da gripe H1N1 são muito parecidos com os da gripe comum, mas podem ser um pouco mais graves e costumam incluir algumas complicações também. Veja:

As complicações decorrentes da gripe H1N1 são comuns em pessoas jovens, o que é bastante difícil de acontecer em casos de gripe comum.

A insuficiência respiratória é um sintoma frequente da gripe H1N1 que não é devidamente tratada. Em casos graves, ela pode levar o paciente à morte.

Na consulta médica

Especialistas que podem diagnosticar gripe H1N1 são:

  • Clínico geral
  • Infectologista
  • Pneumologista

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

  • Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
  • Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade
  • Se possível, peça para uma pessoa te acompanhar.

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • Quais são seus sintomas?
  • Quando seus sintomas surgiram?
  • Você manteve contato próximo com alguém que estava doente?
  • Você esteve recentemente em locais fechados ou com aglomerados de pessoas?
  • Você sente falta de ar? Com que frequência?
  • Você tomou vacina para gripe H1N1?

Diagnóstico de Gripe H1N1

A suspeita de gripe H1N1 ocorre em pessoas com quadro de sinais e sintomas compatíveis aos de gripe, mas com as complicações típicas da H1N1. Nestes casos, o médico deverá coletar uma amostra de secreção do paciente e enviá-la para análise minuciosa no laboratório.

Tratamento de Gripe H1N1

A maioria dos casos de gripe H1N1 foi sanada completamente sem a necessidade de internação hospitalar ou do uso de antivirais. Em alguns casos, no entanto, o uso de medicamentos e a observação clínica são necessários para garantir a recuperação do paciente.

Convivendo/ Prognóstico

Uma pessoa diagnosticada com gripe H1N1 deve permanecer em casa, afastado do trabalho ou da escola, e evitar locais com acúmulo de pessoas. Repouso e manter boa hidratação são duas dicas importantes para garantir a recuperação.

Complicações possíveis

A principal complicação decorrente de gripe H1N1 consiste em crises de insuficiência respiratória, que podem levar o paciente a óbito se não forem tratadas imediatamente e em caráter de urgência.

Prevenção

A prevenção de gripe H1N1 segue as mesmas diretrizes da prevenção de qualquer tipo de gripe, só que o cuidado deve ser redobrado:

  • Evite manter contato muito próximo com uma pessoa que esteja infectada
  • Lave sempre as mãos com água e sabão e evite levar as mãos ao rosto e, principalmente, à boca
  • Leve sempre um frasco com álcool-gel para garantir que as mãos sempre estejam esterilizadas
  • Mantenha hábitos saudáveis. Alimente-se bem e coma bastante verduras e frutas. Beba bastante água
  • Não compartilhe utensílios de uso pessoal, como toalhas, copos, talheres e travesseiros
  • Se achar necessário, utilize uma máscara para proteger-se de gotículas infectadas que possam estar no ar
  • Evite frequentar locais fechados ou com muitas pessoas
  • Verifique com um médico se há necessidade de tomar a vacina que já está disponível contra a gripe H1N1.

Vacinação

Devido ao aumento súbito de casos no início de 2016, a prefeitura de São José do Rio Preto está fazendo uma campanha de vacinação extra na cidade, usando o lote de vacinas de 2015, que contempla também H1N1. No entanto, é muito importante ressaltar que em 2016 uma nova vacina da gripe será lançada na campanha nacional de vacinação contra a gripe, e ela também contemplará a H1N1 e deverá ser tomada.

A vacinação normalmente é oferecida na rede pública para pessoas dentro dos grupos de risco, ou seja:

  • Crianças entre 6 meses e 5 anos
  • Idosos acima de 60 anos
  • Gestantes
  • Portadores de doenças crônicas, como bronquite e asma.

Quem não se encaixa nesses grupos, mas quer se prevenir, deve buscar a vacina em clínicas particulares.

 fontes e referências

  • Ministério da Saúde
  • Organização Mundial da Saúde
  • Hospital Israelita Albert Einstein
 
 
 
 
 

 

 
 

 

 
 

Continue lendo

EPOC-Gasometria Anúncio Labor News

por DIAGNOSTICA PRO VIDA


Postado em Agosto 26, 2016 at 15:31 pm



O melhor em tecnologia Point Of Care você encontra aqui na Diagnóstica Pró Vida!

Continue lendo

Anivesrário Pró Vida 20 Anos!

por DIAGNOSTICA PRO VIDA


Postado em Novembro 16, 2015 at 16:24 pm



São 20 anos de comprometimento com a Vida!

Agradecemos a todos os nossos parceiros e amigos por mais um Ano.

Continue lendo

Saiba tudo sobre Dengue DUO!!

por DIAGNOSTICA PRO VIDA


Postado em Novembro 21, 2014 at 11:24 am



Temos todos os marcadores para Dengue em teste rápido.

Adquira o seu!!!

Continue lendo

Efeito prozona no diagnostico de sífilis pelo método VDRL.

por DIAGNOSTICA PRO VIDA


Postado em Outubro 29, 2014 at 16:12 pm


Resumo

Justificativa e Objetivos: A sífilis é uma doença infecciosa sistêmica causada pela bactéria espiroqueta Treponema
pallidum. Dentre os métodos de diagnóstico laboratorial da sífilis o mais utilizado é o VDRL (Veneral Diseases Research Laboratory). O efeito prozona pode ocorrer em 1% a 2% dos pacientes, especialmente no estágio de sífilis recente e durante a gravidez. O objetivo desta pesquisa foi avaliar a frequência deste efeito em determinações realizadas no Laboratório Regional de Santa Cruz do Sul do Laboratório Central do Rio Grande do Sul, no período de Abril a Maio de 2013. Métodos: Foi realizado um estudo descritivo, onde foram analisadas 2018 amostras pelo método VDRL e posterior confirmação dos títulos baixos (≤ 1:4) pelo método Imunoblot. Resultados: Um total de 68 (3,37%) amostras foram positivas, das quais 49 (72,1%) pertencentes a mulheres e destas, 38 (77,5%) gestantes. A reação de VDRL não apresentou efeito prozona. As 32 amostras que apresentaram titulações ≤ 1:4 foram confirmadas por método treponêmico obtendo-se 6 resultados falsos positivos, dos quais 4 foram verificados em gestantes. Conclusão: Apesar de não ter-se encontrado efeito prozona neste estudo, concluiu-se que os resultados pelo método de VDRL devem ser avaliados individualmente, com a possibilidade de confirmação por um teste treponêmico.

Por: Danieli Luiza Jung, Daniela Becker, Jane Dagmar Pollo Renner.

Revista de Epidemiologia e Controle de Infecção - ISSN 2238-3360
Hospital Santa Cruz 
Núcleo de Epidemiologia Hospitalar/Comissão de Controle de Infecção
Rua Fernando Abott, 174 
Santa Cruz do Sul - RS - Brasil

Continue lendo

Hemoglobina Glicada. Nós temos a solução!

por DIAGNOSTICA PRO VIDA


Postado em Outubro 09, 2014 at 16:20 pm



Temos a opção de venda e comodato.

Entre em contato conosco e adquira esta tecnologia de ponta!

Continue lendo

Mais um NycoCard instalado! Labor Lopes em Clementina-SP

por DIAGNOSTICA PRO VIDA


Postado em Setembro 22, 2014 at 16:00 pm



O Labor Lopes Laboratório de Análises Clínicas de Clementina adquiriu recentemente o equipamento NycoCard para dosagens de Hemoglobina Glicada. Tecnologia de ponta certificada pela NGSP (Programa Nacional de Padronização de Hemoglobina Glicada) e pelo IFCC (Federação Internacional de Química Clínica e Medicina Laboratorial). 

Dra. Sofia e sua filha Dra. Gabriela responsáveis técnicas do laboratório, prezam por qualidade em todos os setores do laboratório.

Parabéns pela aquisição!

Foto da direita para esquerda: Dra. Sofia Alexis Lopes, Ariana Cristina Barchik (Assessora Pró Vida), Dra. Gabriela Alexis Lopes e Dra. Rosana Passerine Barreiro.

 

Continue lendo

Grupo de genes pode prever Mal de Parkinson.

por DIAGNOSTICA PRO VIDA


Postado em Setembro 22, 2014 at 11:45 am


Pesquisadores do Technion Israel Institute of Technology em Haifa identificaram um grupo de cinco genes no sangue que pode prever se um indivíduo irá desenvolver o mal de Parkinson. Atualmente, não existe um único tipo de exame de sangue capaz de diagnosticar precocemente essa grave enfermidade.

“Encontrar sinais biológicos – ou biomarcadores – para o mal de Parkinson pode ajudar a diagnosticar a doença nos estágios iniciais, antes mesmo de os sintomas aparecerem, permitindo o monitoramento dos efeitos de tratamentos que protegem o cérebro”, diz a dra. Silvia Mandel, chefe dos pesquisadores.  “O objetivo inicial era determinar se entre os pacientes em estágio inicial da doença alguma assinatura biológica poderia ser encontrada para confirmar o diagnóstico”.

A equipe usou amostras de sangue de 62 pacientes com sintomas iniciais de Parkinson e um grupo com 64 pessoas saudáveis. Os dados genéticos de 30 pacientes em estágios avançados foram usados para confirmar a previsão dos cinco genes com 100% de precisão.  

O biomarcador irá ajudar a diagnosticar indivíduos na fase inicial da doença que sofrem transtornos como depressão, sono, hiposmia – capacidade reduzida para detectar odores – ou pessoas que têm riscos de ordem genética.

Mais informações acesse matéria original

Continue lendo

No Brasil, o câncer de pâncreas é responsável por 4% do total de mortes causadas pela doença.

por DIAGNOSTICA PRO VIDA


Postado em Setembro 22, 2014 at 11:40 am


  • Excesso de consumo de açúcar e de gordura animal contribuem para o surgimento do câncer de pâncreas em pacientes mais jovens
  • Tratamentos indicados vão desde a cirurgia aberta (laparoscópica) até a cirurgia robótica

No Brasil, casos de câncer de pâncreas são responsáveis por cerca de 2% de todos os tipos de câncer diagnosticados e por 4% do total de mortes  causadas por essa doença, segundo dados do INCA-Instituto Nacional do Câncer (*). De acordo com o Dr. Vladimir Schraibman (CRM-SP 97304), especialista em cirurgia geral, gastrocirurgia e orientador de Cirurgias Robóticas da área de Cirurgia Geral e do Aparelho Digestivo do Hospital Israelita Albert Einstein (Proctor Intuitive Robotic System),

é até possível alcançar a cura da doença em sua fase inicial com tratamentos que vão desde a cirurgia aberta (laparoscópica) até a cirurgia robótica, com o uso de quimioterapia e radioterapia como adjuvantes em casos mais graves.

O médico explica que o câncer de pâncreas se desenvolve a partir do surgimento de células tumorais oriundas da genética herdada pela família e por fatores de riscos ambientais, como o diabetes tipo 2, dieta rica em gordura animal e altamente calórica, obesidade e doenças pancreáticas graves. “O perfil do paciente que sofre com esta doença  é  caracterizado pelo excesso do consumo de cigarro, açúcar e gordura animal, o que impulsiona o surgimento da enfermidade em pacientes jovens, na faixa de 30 anos e próximos dos 50 anos”, informa Dr. Vladimir. Os tumores mais comuns são do tipo adenocarcinoma (origem no tecido glandular) que corresponde a 90% dos casos deste tipo de câncer. A maioria dos casos afeta o lado direito do órgão, denominado de cabeça do pâncreas.

Os principais sintomas da doença são: dores na região atingida pelo tumor, emagrecimento, mal estar, alteração da coloração da urina, olhos amarelados, perda de apetite e massa palpável no abdômen. O diagnóstico é  feito por exame físico, análise da história clínica do paciente e exames complementares, como Ultrassonografia, Tomografia Computadorizada, Endoscopia + Colangiopancreatografia, Laparoscopia Diagnóstica e Ressonância Nuclear Magnética de abdome total.


TRATAMENTOS CIRÚRGICOS  - De acordo do Dr. Vladimir Schraibman, os tratamentos indicados para combater o câncer de pâncreas vão desde a cirurgia aberta ou laparoscopica até a cirurgia robótica. “O método a ser aplicado dependerá do diagnóstico, grau da doença, habilidade do cirurgião e a disponibilidade de recursos”.  Dentre as técnicas cirúrgicas a pancreatectomia realiza a ressecção do pâncreas, sendo utilizada para casos de tumores pequenos e na cauda do pâncreas. Métodos, como a cirurgia aberta (com grande corte),  laparoscópica (cortes pequenos)  e robótica (minimamente invasiva), também são indicados e podem ser aplicados de acordo com a experiência do cirurgião. “Hoje, para oferecer bem estar ao paciente, especialmente às mulheres, que sempre são muito preocupadas com o aspecto do seu abdome,  procuro indicar as cirurgias laparoscópica e robótica que proporcionam recuperação rápida, melhor visualização dos órgãos e delicadeza durante a operação, além do menor tempo de internação”, finaliza o Dr. Vladimir Schraibman.

Assista também a entrevista do Dr.  Vladimir Schraibman sobre os benefícios e diferenciais da cirurgia robótica no Brasil:

http://www.cancerdepancreas.med.br/?cancer%20de%20pandreas=www.cancerdepancreas.med.br

 

 

Continue lendo
Copyright© 2020. Diagnóstica Pró Vida - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por L3 Soluções.